Elaboração de planos de desenvolvimento dos municípios de Cametá, Baião, Mocajuba, Limoeiro do Ajuru e Igarapé-Miri

Por meio do projeto de pesquisa “Metodologia para Planos Diretores dos municípios a jusante da UHE Tucuruí: Cametá, Baião, Mocajuba, Limoeiro do Ajuru e Igarapé-Miri”, coordenado pelo professor José Júlio Lima no período de 2004 a 2007, objetivou-se elaborar planos de desenvolvimento adequados a cinco municípios da Amazônia, localizados à jusante da Usina Hidrelétrica de Tucuruí. A região caracteriza-se por extensas áreas de várzea e ocorrência de arquipélagos que limitam a atividade agrícola, e favorecem o extrativismo e a pesca. Com a construção da hidrelétrica, o problema das enchentes foi resolvido, mas ocasionou redução da diversidade de peixes, gerando impactos sócioeconômicos e no perfil nutricional da população. Todos os municípios apresentam fortes contrastes entre a sede e as localidades rurais, além de crescentes índices de migração do campo para a cidade, sem a oferta de oportunidades compatíveis com tais fluxos. Para o desenvolvimento dos planos, primeiramente foi necessário realizar o levantamento dos problemas físico-territoriais e socioeconômicos regionais, municipais e locais. Este levantamento possibilitou a definição do diagnóstico da realidade de diversas áreas, como: educação, saúde, meio ambiente, saneamento, cultura, lazer e segurança pública. Foram aproveitas também as informações utilizadas na construção do Plano Popular de Desenvolvimento Sustentável a Jusante da UHE Tucuruí - PPDJUS, assim como estudos realizados por instituições de ensino e pesquisa na região e órgãos de planejamento à região. O projeto foi financiado pelas Centrais Elétricas do Norte do Brasil.